segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

CURTA SEU CATIVEIRO, OU REBELE-SE




A escravização humana se dá pelo plano mental. Correntes imaginárias, algemas, gaiolas e todo tipo de limitador de liberdade ilusória, é o bastante para cortar suas asas, limitar seu voo, e não o deixar ultrapassar limites, a qual teria todo direito do mundo, afinal, é sua existência.




Animais não humanos passam o mesmo processo, porém devido sua falta de consciência, sua escravidão, se dá no plano físico, onde seus corpos são basicamente explorados e subjugados a todo tipo de humilhação, até sua morte. 

Não há fuga, não há plano de libertação, não há esperança, pois esses não possuem intelecto o suficiente para livrá-los dos maiores predadores e mais cruéis do planeta Terra, o homem. Já o próprio, passa pelo mesmo processo, porém mental, e o pior de tudo, vítima de sua própria espécie, até que prove ao contrário, pois ainda há possibilidade de sermos escravos de raças mais "evoluídas" em relação à tecnologias mais avançadas.

Engraçado que em meio 7 bilhões de seres humanos, uma minoria abastarda domina por excelência, como se fosse a coisa mais fácil e patética arrastar bilhões de pessoas apenas com iscas ( futilidades), onde essas se matam e matam, por tão pouco.


O ser humano indivíduo não sabe o poder unitário que tem, e o que de verdade o pertence. É fisgado por repetidores de consciência, que o introduzem de forma sistemática, à máquina de moer vidas. Esse irá lutar por coisas tão pequenas, que se tornará tão pequeno, como pelo que acredita.


A saída do cativeiro é tão real quanto sua existência. Você hoje apenas come, dorme, procria e se "diverte", esse último é relativo, pois cada dia mais bizarrices se transformam em diversão. Essa é a fórmula de um ser humano "feliz", porém escravo da mesmice, produto do que apenas vê,  estagnado espiritual, mente egoísta, vida medíocre. 
Comentários
0 Comentários

CRIAR PASSARINHOS É COISA DE RETARDADO! VOCÊ CONCORDA?

Quando digo retardado, não me refiro a deficiência mental e sim, a deficiência  de caráter, maldoso de coração, ruim, ignorante, atras...