sábado, 10 de junho de 2017

A dor está presente em todos os seres vivos


Não há uma vida nesse plano, que seja isenta do sentimento,  no qual, conhecemos como dor. A perda nos leva a níveis insuportáveis, e nos animais não humanos isso não é diferente.

Vejam essa imagem, uma mãezinha em mais profunda e dolorosa sensação de perda de seu filhote, clama firmando seu olhar e seu grito para  algo incompreensível  a seu ser, mas no seu profundo interior não há outra forma de exteriorizar seus mais dolorosos sentimentos.

Isso nos leva a reflexão que somos sim, iguais, mesmo em corpos diferentes. Que devemos respeitar as diferenças, pois nossa igualdade é tão profunda, que nossos sentimentos se misturam na mesma labuta existencial que é regrada por dor.

O que estamos fazendo aqui? O que todas as espécies fazem aqui?

Sigamos e respeitemos todas as formas de vida, assim como gostaríamos de ser respeitados por aqueles que tememos. Somos  animais humanos, os únicos a possuir capacidade  de discernir o certo e o errado, e a capacidade de nos colocarmos no lugar de paziguadores dentre todas as espécies nesse plano. Entretanto, não sabemos o que aconteceu, mas, justamente os que possui a característica da racionalidade, se comporta ao inverso, promovendo a nós mesmos e a outras espécies, um mundo mais sofrível do que seria na sua mais pura essência, se essa não fosse tocada pela nossa maldade.

Jota Caballero











#amor #animais #verdade #filosofia #maustratos

Comentários
1 Comentários

CRIAR PASSARINHOS É COISA DE RETARDADO! VOCÊ CONCORDA?

Quando digo retardado, não me refiro a deficiência mental e sim, a deficiência  de caráter, maldoso de coração, ruim, ignorante, atras...