sexta-feira, 30 de junho de 2017

Cadela encontrada com foice atravessada no pescoço causa revolta

Apesar da brutalidade da imagem, temos boas notícias. A cadela estará recuperada em 15 dias e já tem várias pessoas interessadas em dar-lhe abrigo.


Portugal 06/2017





Clínica Veterinária do Marco, em Marco de Canaveses, teve de lidar, esta quinta-feira, com uma violenta prova de como o ser humano pode, por vezes, ser incompreensível.
A imagem - que pode ferir a susceptibilidade de alguns leitores - já está a proliferar na internet e muitos querem agora encontrar o responsável.
Tudo terá tido início na noite desta quinta-feira, altura em que a diretora clínica Ana Barros, já em casa, recebeu a chamada de uma amiga que estava a passear na cidade e encontrou o que achou muito estranho: um cão com uma foice presa ao pescoço.
A médica veterinária achando que algo "não batia certo", e porque mora ainda a 15 quilómetros da cidade, pediu a um voluntário da Animarco (Associação dos Amigos dos Animais de Marco de Canaveses) que se deslocasse ao local para ver o que se passava.
O pior veio a confirmar-se e Ana Barros deslocou-se de imediato à clínica, onde procedeu a uma intervenção cirúrgica, para retirar o objeto cortante do corpo do animal.
"Felizmente não atravessou nenhuma das estruturas vitais do pescoço, apenas pele e músculo", conta a veterinária ao Notícias ao Minuto, garantindo que o animal está a recuperar bem e que "em 15 dias" estará totalmente recuperada.
Revoltada com a situação, e antes da operação, Ana tirou uma foto da cadela que partilhou nas redes sociais para denunciar a situação, mas confessa que jamais pensou que a divulgação da mesma atingisse as proporções que alcançou.

Comentários
1 Comentários

CRIAR PASSARINHOS É COISA DE RETARDADO! VOCÊ CONCORDA?

Quando digo retardado, não me refiro a deficiência mental e sim, a deficiência  de caráter, maldoso de coração, ruim, ignorante, atras...