segunda-feira, 3 de julho de 2017

O cão é o melhor amigo do homem, mas nem todos os homens são amigos dos cães


Infelizmente a reciproca não é verdadeira, o reconhecimento  não é legítimo. O amor que o cão demostra ao homem é desproporcional aquilo que recebe. A prova está em apenas observar ao nosso redor e enxergar a indiferença e  o desprezo que de modo geral tratamos esses seres. Estou generalizando sim, pelo fato de ser a grande maioria responsável por esse comportamento antagônico e negativo em relação aos animais, nesse caso específico,  os cães.    


Sim, existem pessoas que reconhecem esse amor e o levam para via de mão dupla, não titubeiam a oferecer aquilo que recebem de forma incondicional e totalmente dada. Mas ainda é minoria perto de um inferno sem precedentes que  os humanos em geral promovem a esse planeta. Muitas pessoas se privam de uma vida confortável para dar espaço a proteção e ao ativismo em prol dos animais, pois enxergam a necessidade de reparar, sanar as dores e libertar esses do sofrimento, mesmo que quase impossível pelo volume da tragédia, mas estão lá dispostos a lutar contra o que a espécie humana causa a todos os animais, sem exceção. 
  



Não só os cães de rua passam privações horrendas, muitos animais em residências enfrentam todo tipo de maus tratos, que vai de acorrentamento, falta de comida, agressões constantes, abusos sexuais e torturas  que incluem até mutilações. E o pior, se tratando de residências muitos desses crimes cometidos, ninguém sabe, ninguém vê,  não vem a tona e ficam impunes por não ser acessível o local, não geram provas e nem testemunhas, isso dificulta muito. Muitas vezes é preferível ver um animal mesmo que correndo perigo solto na rua, do que dentro de um lar totalmente oprimido, exposto ao sol e a chuva, torturado ao ponto de vir a óbito, devido a irracionalidade e maldade de seu tutor. 




Fico a me perguntar se os cães fossem seres opostos do que são: agressivos, antissociais, indomesticáveis, como seria? E veio uma resposta em minha mente: Talvez hoje não houvesse essa quantidade desnecessária de  sofredores, e esses animais, no caso os cães, viveriam quem sabe em paz em seus habitats naturais. Entretanto, certamente alguns não teriam a mesma sorte, parariam em zoológicos, laboratórios, como macacos, ratos, etc.  Mas ainda sim, seria uma quantidade ínfima perto da realidade de hoje, onde  milhares e milhares que estão por toda parte, e é claro por culpa exclusivamente e intransferível do  homem. 




Pessoas  indiferentes aos animais, são aqueles que vivem na massificação cotidiana, não observam, se preocupam apenas com suas pequenas e fúteis vidas, como se fossem apenas  parte do que lhes convém, do que lhes proporciona bem estar,  se achando parte principal da criação, desmerecendo o mundo a sua volta, outras formas de vida, a natureza em geral. 

Por Jota Caballero
Comentários
0 Comentários

CRIAR PASSARINHOS É COISA DE RETARDADO! VOCÊ CONCORDA?

Quando digo retardado, não me refiro a deficiência mental e sim, a deficiência  de caráter, maldoso de coração, ruim, ignorante, atras...