quinta-feira, 6 de julho de 2017

Por que os cães vivem tão pouco ao nosso lado?




Várias vezes me fiz essa pergunta, e várias vezes me veio a resposta: se os cães vivessem igual aos homens ou mais, como seria? Sim, o sofrimento pra esses seria insuportável. 

Hoje vemos uma quantidade absurda de animais abandonados pelas ruas, com fome, moribundos, doentes. Imagina vocês, cães com 60, 70 anos nesse estado de abandono, sofrendo todo tipo de miséria, caídos, doentes por todos os lados, e o pior de tudo sozinhos, imaginou?  

Imaginou também você, com um companheiro peludo desde sua infância, os dois chegando na velhice, depois de quarenta ou cinquenta anos juntos e inseparáveis, com vários momentos felizes e dolorosos, e de repente você morre, como ficaria o restinho de vida desse animal sem você? 

Provavelmente passaria seus piores dias de sua existência em sua ausência, com aquele sentimento de vazio eterno, inexplicável e incompreensível. 
Não posso imaginar  deixar meus animais sozinhos depois de vários anos de cumplicidade, companheirismo e amor mútuo.

Como esses seres que tem ou tiveram sua proteção e carinho, se sentiriam nessa condições?  
Talvez sozinho e traído, mesmo que não consigam racionalizar à morte, mas essa estará lá, o proporcionando o caminho mais cruel que a solidão pode nos oferecer, e para os animais isso não é diferente. A lembrança, a dor, o sentimento de abandono, isso é muito para a cabecinha de um pobre e inocente animal.  


É isso pessoal, os cães, assim como os gatos e outros animais domésticos, realmente não poderiam viver muito tempo nesse plano sem seus protetores, pais humanos. Animais que têm seus tutores fiéis, com respeito, ética e amor incondicional, não gostariam de deixar que seus filhos peludos ficassem pra trás. É triste perdê-los com certeza, mais triste  ainda é deixá-los em um mundo que nada tem a oferecer sem você por perto. Pensem nisso! 

Quanto ao título da postagem:  

"Por que os cães vivem tão pouco ao nosso lado?" Não temos uma resposta lógica, mas nesse caso, o universo conspirou a favor desses animais, que assim seja! 

Vale sim, a nossa dor na perda e nosso conforto na certeza que fizemos os máximo. Lembrem-se, podemos racionalizar, eles não. Saber que foram cuidados da melhor maneira possível nesse mundo hostil principalmente com os animais, vale muito. Saber que até seus últimos  suspiros estávamos lá, juntos, é prova de amor incondicional. Que nos invernos passados o protegemos do frio, no calor matamos sua sede, e nas doenças minoramos suas dores, isso é prova de amor eterno.  

Homenagem a minha eterna Frida.

Amor igual ao teu
Eu nunca mais terei
Amor que eu nunca vi igual
Que eu nunca mais verei...

Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete
Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete...

Você vai chegar em casa
Eu quero abrir a porta
Aonde você mora
Aonde você foi morar
Aonde foi





A dor é breve, mas a saudade sempre será eterna. 

Por Jota Caballero 



Comentários
0 Comentários

CRIAR PASSARINHOS É COISA DE RETARDADO! VOCÊ CONCORDA?

Quando digo retardado, não me refiro a deficiência mental e sim, a deficiência  de caráter, maldoso de coração, ruim, ignorante, atras...